Release 3.1.1 do OJS/OMP

A equipa de desenvolvimento do Public Knowledge Project anuncia a disponibilidade da versão 3.1.1 do Open Journal Systems e Open Monograph Press.

De referir que é a primeira release em simultâneo das duas plataformas, e com o objectivo de assim se manter em termos de actualizações. Com algumas alterações significativas*, as versões apresentadas, primam pela correcção de bugs e aumento da estabilidade.

Estão disponíveis para download (link directo) em:

Open Journal Systems 3.1.1

Open Monograph Press 3.1.1

Artigos Relacionados:
OJS 3.1.0 já é uma realidade
Open Journal Systems
Open Monograph Press

*

  • Improved role sharing for editors, authors, and reviewers
  • Enhanced reviewer selection
  • Improved Submission Library utility
  • Public identifiers for chapters (OMP)
  • Improved subscription support (OJS)
  • Add support for catalog paging (OMP)
  • Support browsing by section, subject and keyword
  • Allow themes to override templates in plugins
  • Major improvements to some locales

OJS 3.1.0 já é uma realidade

Update do Open Journal Systems para a versão 3.1.0

No seguimento do update do Open Journal Systems para a versão 3.1.0, levamos a cabo com a colaboração da Ideia Comunica e Inova, nosso parceiro na área da publicação académica, o upgrade da publicação electrónica – Revista Veredas – para a última versão do OJS.

Em jeito de nota, podemos acrescentar que a par da correcção de bugs na versão, são ainda implementadas novas funcionalidades que certamente vão agradar aos implementadores assim como aos gestores de edições. De acordo com o Gonçalo Cordeiro da Ideia, existe claramente um melhoramento no que diz respeito à interface e forma como se gerem as submissões (pesquisar e acompanhar). Esta funcionalidade em particular, pode ser vista no vídeo abaixo.

Better submission discovery and tracking for editors in OJS 3.1

Ainda sobre este update de referir a melhoria do processo de criação e gestão de novos menus de navegação e páginas estáticas.
A salientar ainda que os plugins de citação foram removidos e substituídos pelo Citation Style Language (CSL), uma linguagem aberta em XML para descrever a formatação de citações e bibliografias, (de entre os programas de gestão de referências bibliográficas que utilizam CSL incluem-se Zotero e Mendeley).